Domingo, 26 de Setembro de 2010

Adopção: Candidatos rejeitados, o que fazer?

Adopção, candidatos rejeitados

 

O tema "Candidatos rejeitados" foi falado muitas vezes nas conversas sobre adopção, de entre o meu grupo de conhecidos, mesmo entre os mais de 200 inscritos no grupo Nós adoptamos, nunca se ouviu falar de candidatos à adopção rejeitados no processo de avaliação. A sensação com que ficávamos é que todo o mundo é aprovado, é claro que depois há aqueles candidatos que esperam anos e anos e nunca acontece nada, basta que nunca seja entregue uma criança para que a rejeição que não o foi no papel o seja de facto.

 

De há uns tempos para cá, começamos a ouvir falar de uma nova variante, os casos em que simplesmente as candidaturas não são aceites, pessoas com doenças crónicas, pessoas que vivem em união de facto há mais de 4 anos mas que decidiram casar-se entretanto, etc. Esta última situação  levou a que fosse entregue uma petição na assembleia da república pela Associação Meninos do Mundo para a revisão da lei.. petição que o PS chumbou.

 

Esta semana recebi o seguinte comentário:

 

"Sempre sonhei ser mãe. Depois de longos e penosos tratamentos para o conseguir pela via biológica, pensamos em adoptar. Depois de termos sido sujeitos a testes psicotécnicos e a uma visita domiciliária em que a assistente social nos revelou que reuníamos todas as condições sociais e económicas para ter filhos fomos a uma entrevista em que a psicóloga os disse que o nosso pedido havia sido indeferido, porque a adopção surgia nas nossas vidas pela impossibilidade de ter filhos pela via biológica. Ficamos estupefactos. Haviamos sido rejeitados. Não desejámos mais do que uma criança com 4, 5, 6 anos e proporcionar-lhe um projecto de vida. Estamos numa encruzilhada. quem recorrer??? Ajudem-nos por favor."

 

A segurança social não deixa de me surpreender, já tinha ouvido muitas coisas, mas isto é de bradar aos céus. Desde logo, eu diria que pelo menos 90% das pessoas que eu conheço e que já adoptaram ou que querem adoptar, fazem-no porque não consegue ter filhos biológicos, ora, se tivessem sido avaliados por estas senhoras,... tinham sido todos rejeitados... A verdade é que se este critério fosse utilizado por todas as equipas de adopção do país, haveria um décimo das adopções e não havia listas de espera em lado nenhum.. é claro que haveria muito mais crianças institucionalizadas e se calhar eu em lugar de 3, teria só um filho.

 

O que se pode fazer neste caso? em primeiro lugar, há que exigir que tudo isto seja colocado por escrito, tanto a aceitação como a rejeição dos candidatos só é válida após ter sido comunicada por escrito. O que eu faria no imediato, logo após a entrevista com a psicóloga, seria pedir uma reunião com o responsável distrital pelas equipas de adopção  e aparecia com um advogado. A presença de alguém que conhece as leis costuma fazer milagres nestes casos.

 

Se após esta reunião e a intervenção do advogado a decisão se mantiver, ela é passível  de recurso, recurso que é discutido em tribunal, duvido muito que dada a realidade da adopção em Portugal, algum tribunal pudesse dar razão a uma coisa destas.

 

A segurança Social joga muitas vezes com o sofrimento das pessoas, candidatos que já passaram por um penoso e muitas vezes longo percurso nos tratamentos para a infertilidade, e que são sujeitos a decisões destas, terminam por desistir, o ser humano tem um limite para o sofrimento. Mas é muito importante que estas coisas sejam tornadas públicas e denunciadas, os funcionários da segurança social não são deuses, não podem brincar assim com as vidas das pessoas.. sim, porque só podem estar a brincar, como é que a impossibilidade de ter filhos biológicos pode ser motivo para rejeitar uma candidatura?.. não pode!

 

Post do O que é o jantar?

 

Jorge Soares

 

publicado por Jorge Soares às 23:50
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Antonieta Mendes a 10 de Outubro de 2010 às 22:11
Jorge Soares infelizmente sei o que isso é pois já me aconteceu o mesmo . Respondi para a S.S. através de advogado .E se não opte-se a resposta que pretendia ia por o meu caso ao TRIBUNAL DOS DIREITOS DO HOMEM. Felizmente não foi preciso mas é uma vergonha aquelas Dra fazem o que querem. Se precisar de alguma explicação deixe o seu contacto terei mt gosto se poder ajudar.
De Patrícia a 12 de Julho de 2012 às 13:02
Eu pretende adoptar a nivel internacional. Mas só para entregar os documentos já se passou 1 mês e nunca há disponibilidade. Decidi enviar então por correio de uma vez por todas. Já tive 1 sessão com a segurança social. Mas de facto não se compreende esta morosidade num processo desta envergadura! Os países aos quais me pretendo candidatar estão todos na convenção de haia, mas um ou outro não tem acordos bilaterais. Gostaria que alguém me indicasse casos de sucesso. Sei apenas uma mãe portuguesa que conseguiu adoptar uma criança tailandesa, mas não sei o tempo de espera.
De Área de Projecto a 26 de Outubro de 2010 às 13:23
Boa tarde,
Estamos a realizar um trabalho no âmbito da disciplina de Área de Projecto e, apesar da trabalhosa pesquisa, temos tido dificuldade em encontrar informação relativa à Adopção.

Deste modo, gostaríamos de saber se há disponibilidade de alguém, que esteja dentro do tema, pessoal ou profissionalmente, para entrar connosco. Caso não veja inconvenientes de comunicar com o grupo.

Muito Obrigada,
alunas Cátia Robim, Joana Alves, Mª Beatriz Nunes e Susana Lima
De Jorge Soares a 26 de Outubro de 2010 às 13:46
Olá

O meu mail é jfreitas.soares@sapo.pt

Enviem-me um mail com as vossas questões, que terei todo gosto em ajudar.

Jorge Soares
De Margarida a 14 de Agosto de 2011 às 17:09
Boa tarde, infelizmente a nossa candidatura também foi rejeitada. Ainda estou a tentar lidar com esta rejeição, que nunca pensei que viesse a acontecer. Também eu não consigo ter um filho pela via biológica. E passado quase um ano de me ter sujeitado ao processo de adopção, fecharam-me uma porta, que julguei e tinha esperanças que viesse a dar-me a alegria de ser mãe, e a concretizar o meu sonho de sempre. resumindo: estou em união de facto, o meu marido tem 3 filhos, que vivem com a mãe, um deles já maior de idade. resposta, a nossa dinâmica familiar não é adequada.
Enfim.. sinto-me impotente, triste, magoada, sem esperança, frustada. Ainda não descobri como vou lidar com esta situação que me aflige tanto.
É apenas um desabafo.. pois não sei o que fazer.
Margarida

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Como falar sobre adoção

. Adopção. João tinha uma m...

. Mundos de Vida - Nós pode...

. De que lado está? Saber e...

. Pedido de ajuda em trabal...

. E num só ano a cegonha ve...

. Pedido de ajuda em trabal...

. Eu sou contra a adoção

. Adopção: de novo as crian...

. Mundos de Vida - Crianças...

. Coisas que realmente faze...

. [casa sem mãe é um desert...

. Adopção, ao cuidado de qu...

. O que é um processo de ad...

. Apadrinhar crianças da Gu...

. Conferência a Adopção e a...

. Sobre a adopção internaci...

. Adopção, ao cuidado de qu...

. Conferência: Eu quero ado...

. [uma história de amor] e ...

. Como entrego o meu bebé p...

. Adopção.... é amor!

. Ao cuidado de quem está à...

. Porque é que eu haveria d...

. Adopção, palavras de uma ...

. 1.º Congresso Internacion...

. Movimento Adopção Interna...

. Ainda as adopções falhada...

. Da adoção e da dificil ar...

. Adopções falhadas

.mais comentados

.arquivos

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

Autenticação Moblig
blogs SAPO

.subscrever feeds